sexta-feira, 16 de janeiro de 2015

O que um macaco de pelúcia e uma banda de rock chilena tem a ver com a cidade de Guaxupé?






Banda Guachupé do Chile
Aparentemente não há nenhum vínculo entre um macaco de pelúcia e uma banda de rock do Chile com a pequena cidade do interior de Minas Gerais Guaxupé, onde esse que vos escreve nasceu e foi criado. Mas, a internet nos proporciona descobrir laços curiosos entre coisas aparentemente desconexas. O músico guaxupeano Douglas Rodrigues descobriu, enquanto garimpava novas bandas  pela internet, o álbum de uma banda chilena de rock latino que mistura outros ritmos como ska e cumbia cujo nome é "Guachupé" - se escreve com "ch" mesmo. Por curiosidade busquei saber se isso tinha algum significado em espanhol e descobri que nenhum dicionário dessa língua trazia essa palavra. Então de onde esses caras tiraram esse nome?


Em uma entrevista para o site chileno de entretenimento EMOL, disseram que procuravam um nome que tinha conexão com o Chile, que mostrasse sua "Chilenidade". Por que não Guachupé? Tudo a ver, não acham?

Ok. Vou explicar porque esse nome evoca a "chilenidade" dos caras mesmo que eles nem imaginem que seja o nome de uma pequena cidade do interior de Minas Gerais.


Assista abaixo uma performance da banda Guachupé em 

novembro de 2014 no lançamento do seu terceiro álbum "El Club del Amigo"



Ótimo, mistério revelado. Guachupé é um nome que se dá a um macaco de pelúcia que é vendido nas ruas de Santiago do Chile, cidade onde foi formada a tal banda, puro regionalismo. Se eu não fosse extremamente curioso teria parado de pesquisar por aqui, mas, queria saber porque esse macaco se chamava Guachupé, já que me lembrei que gauxupé é um nome indígena - tupi guarani - que se referia a uma especie de abelha que havia em abundancia na região onde hoje se localiza a cidade de Guaxupé - nada mais lógico.

Augustín e seu macaco Guachupé


O tal macaco de pelúcia chamado Guachupé que era vendido nas ruas de Santiago do Chile era na verdade um personagem criado pelo ventríloquo Augustín Torres na década de 1980. Augustín que primeiramente começou a vender esses macacos nas ruas para se manter teve a ideia de transformar o bichinho em uma marionete que ele próprio habilidosamente manipulava e fazia a voz - na verdade emitia uns sons muito engraçados. Sua performance ficou tão popular que ele foi chamado para trabalhar na televisão chilena onde fazia uma apresentação com seu macaco - que alem de outras habilidades fazia embaixadinha com uma bola - no programa Exito exibido pelo canal 13 de 1984 a 1992(ver vídeo abaixo). Como diz o site chileno La Cuarta: “A ideia de criar um boneco falante provem da cidade de Guaxupé, no Brasil.” Tudo indica que Augustín fabricou e colocou o nome de seu macaquinho enquanto vivia em Guaxupé no final da década de 80, e o levou para seu país onde começaria a comercializá-lo.

Durante as pesquisas descobri algo mais interessante. Em 2002 Augustín – que desde o fim do programa Exito fazia apresentações com seu companheiro Guachupé ao redor do Chile – foi convidado para participar de um concurso com outros comediantes latino americanos em Miami (EUA) aonde chegou a final e acabou ficando com o primeiro lugar. 

Augustín Torres a voz do macaco Guachupé que animou crianças e adultos chilenos nas décadas de 80 e 90 morreu em 2004 aos 59 anos vítima de um infarto. Pude notar que alguns sites de cultura do Chile ainda lembram nostalgicamente desse artista e seu macaco louco. Veja o que diz o site Retrocultura: "Augustín Torres cria de forma engenhosa e batiza seu macaco recém nomeado na cidade brasileira de Guaxupé, no final dos anos 80 ele trouxe o sagui a Santiago no Chile e vendeu como água, foi tão bem recebido pela comunidade em geral que foi convidado juntamente com sua invenção pelo programa “Exito”. Êxito total, todas as crianças da época ficamos loucos com Guachupé, em seguida, Augustín assina contrato com o canal 13 e se lança ao estrelato. No ano de 2012 triunfa em um concurso de talentos latino americanos nos EUA, convidado por Don Francisco, como premio leva pra casa uma camionete novinha em folha e muitos dólares para gastar"(tradução livre)


Assista abaixo uma apresentação de Augustín e seu macaco Guachupé em 2002, 
mesmo ano em que foi campeão do concurso em Miami:




Olha quanta história legal que eu achei apenas deixando me guiar pela minha curiosidade surreal. Aguardo comentários. 


Fontes Principais:

Douglas Rodrigues (Facebook Profile): que garimpando a net descobriu a banda Guachupé.
Blog da banda Guachupé.
Website oficial da banda Guachupé - Aqui você pode baixar o novo álbum deles de graça.


André Stanley alcunha de André Luiz Ribeiro é professor e escritor; autor do livro “O Cadáver” (Editora Multifoco – 2013); É membro efetivo da Asso. Dos Historiadores e pesquisadores dos Sertões do Jacuhy desde 2004. Atua hoje como professor e pesquisador de História Cultural. Também leciona língua inglesa, idioma que domina desde a adolescência, Administra e escreve para os blogs: Blog do André Stanley (blogdoandrestanley.blogspot.com) – Sobre História, política, arte, religião, humor e assuntos diversos e Stanley Personal Teacher (stanleypersonalteacher.blogspot.com) onde da dicas de Inglês e posta exercícios para todos os níveis.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagens Populares